Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bora lá Viajar!

Um blog de viagens de uma sonhadora que quer partilhar as suas experiências com o mundo.

Qui | 17.12.20

Gastronomia sueca // As minhas 10 comidas favoritas

Joana Lameiras

Vamos ser sinceros: a Suécia não é o país que nos vem à cabeça quando nos perguntam pelo melhor da gastronomia europeia. E, honestamente, mesmo depois de ter conhecido a sua culinária, a Suécia continua a não ser o país com os meus pratos favoritos. Mas isso não quer dizer que não tenha pratos e sobremesas incríveis que valem 100% a pena provar.

Uma das palavras mais usadas na Suécia, especialmente em cafés, é fika. Fika é um conceito muito interessante, cujo significado literal é semelhante a “beber café”. No entanto, fika é muito mais do que isto - é um estado de espírito, uma atitude perante a vida e uma parte essencial da cultura sueca. Fika simboliza o ato de criar tempo para estar com amigos e família, pausar o trabalho para socializar e relaxar. É bastante comum fazer fika num café, com algo para comer e beber, e por causa disto, fika é extremamente associado a comida, a um lanche, um chá da tarde.

Fazer fika com amigos na suécia é uma das minhas memórias favoritas. Havia um café muito barato dentro do campus, onde nós vivíamos, e eu passava lá a vida. Por esta razão, a maior parte das minhas comidas suecas favoritas são doces, que eu devorava.

Não escrevi este post porque tenho fome, mas sim porque tenho umas saudades enormes da gastronomia sueca. Aquilo que trouxe comigo para Portugal já acabou (há muuuito tempo), e maior parte destes pratos não são fáceis de replicar, ou de obter, fora da Suécia. Por isso, se derem um saltinho a este país, aproveitem e deliciem-se com a sua culinária, porque compensa, e muito! Aqui ficam umas sugestões do que provar - o meu top 10 de comida sueca:

 

  1. Kannelbulle - bolo de canela sueco

    Este é um dos bolos mais populares da Suécia, e aquele que comi mais enquanto lá estive. Para quem adora canela e é guloso como eu, este bolo é o paraíso. Existe em praticamente todo o lado à venda, seja cafés ou supermercados. Até existe um dia especialmente dedicado ao kannelbulle, o 4 de Outubro, tal é a sua popularidade!

     

    Kannelbulle - bolo de canela.jpg

     

  2. Chokladbollar - bolas de chocolate suecas

    Sem dúvida outro dos meus favoritos é esta bola de chocolate com flocos de aveia e raspas de côco. Super fácil e rápida de fazer (já testei), não precisa sequer de ser cozinhada. É simplesmente deliciosa e muito muito viciante. Existem algumas variações da receita que se podem encontrar em diferentes estabelecimentos - algumas são feitas com café, outras substituem o côco por açúcar. De qualquer maneira, é de chorar por mais!


    Chokladbollar - bola de chocolate sueca.jpg


  3. Almôndegas suecas

    Contrariamente ao que alguns acham, não foram os suecos que inventaram as almôndegas tal como as conhecemos. Inventaram, no entanto, as kottbullar, almôndegas suecas, um pouco diferentes das que comemos tipicamente em Portugal, e que podem ser encontradas no IKEA. São mais pequenas e mais leves, tendo também um sabor um pouco diferente. Tradicionalmente servidas com um molho branco cremoso e puré, juntamente com algo do qual irei falar mais abaixo, um doce de arando tradicional. São muito saborosas e podem ser encontradas em qualquer restaurante típico da Suécia, assim como em qualquer supermercado (congeladas ou não). É daqueles pratos a não perder, mesmo.


    Almôndegas suecas.jpg

     

  4. Ahlgrens bilar - gomas

    Ahh, como eu adoro estas gomas! Provei-as pela primeira vez quando ganhei uma caça ao tesouro na primeira semana que passei em Estocolmo e um dos prémios era um saco de gomas da Ahlgrens. As minhas favoritas são as com açúcar por fora, mas existem várias versões do produto. O design e sabor tem-se mantido o mesmo desde 1953, tornando estas gomas um dos artigos mais icónicos da Suécia. Cada goma é suposto ser um carro - algo que só descobri quando estava a escrever este post, porque nunca me passaria pela cabeça de outra forma :’)


    Gomas Ahlgrens Bilar.jpg

     

  5. Kladdkaka - bolo de chocolate sueco

    Apenas tive a oportunidade de provar uma fatia deste bolo uma vez, mas fiquei apaixonada. Muito denso e húmido, é normalmente servido com chantilli (os suecos adoooram chantilli), pois tem bastante cacau, que é um pouco amargo. É um bolo de chocolate simplesmente delicioso e, pelo que vi na internet, muito simples de fazer, pelo que irei certamente experimentar em casa!


    Kladdkaka - bolo de chocolate sueco.jpg



  6. Chocolates suecos - Marabou e Kex

    Marabou pode ser chamada a Milka dos países nórdicos. Com imensa variedade e sabores, Marabou é facilmente uma marca favorita na Suécia e os seus chocolates são incríveis! Kex (bolacha em sueco) é uma barra de chocolate mais distinta e única, semelhante a uma bolacha coberta por chocolate. Ambos merecem atenção, porque são deliciosos! Para quem gosta de caramelo, Daim é também um ótimo chocolate.


    Marabou, chocolate sueco.jpg


  7. Doce de arando

    Encontrado muitas vezes a acompanhar as almôndegas, o doce de arando, ou lingonberry jam, é um clássico na Suécia. Costuma estar disponível nos IKEAs cá em Portugal e é delicioso. Vale a pena experimentar, porque é toda uma nova experiência comer almôndegas com doce. Na Suécia, o doce é também utilizado para acompanhar panquecas de batata e sobremesas. Não importa se é doce ou salgado, os suecos utilizam-no em quase tudo. É aquele doce vermelho na foto das almôndegas, em cima.

  8. Kalops - guisado de carne

    Este prato lembrou-me imenso os guisados de carne da minha avó, e é do mais próximo que encontrei à comida portuguesa na Suécia. Não deixa de ter, no entanto, uma individualidade e algo que a distingue dos típicos guisados a que estava habituada. Esta comida sabe muito bem num dia de inverno e recomendo experimentarem, especialmente se for num restaurante de comida tradicional sueca!


    Kalops - guisado de carne.jpg

     

  9. Semla - bolo de creme

    Semla é um bolo cujo interior é feito de pasta de amêndoa e chantilli. É muito bom e é uma sobremesa com muitos anos, tradicionalmente comida na terça-feira gorda, o dia que antecede a quaresma. Foi nesse preciso dia que provei pela primeira e última vez, e tenho a dizer que gostei bastante! Encontra-se à venda na maior parte dos cafés na Suécia.


    Semla.jpg

     

  10. Knäckebröd - pão crocante

    Este é um pão tradicional da Escandinávia e, apesar de não ser grande coisa quando comido sozinho, é perfeito para nele barrar manteiga, queijo, patê ou comer com salmão. Assemelha-se a uma tosta, sendo bastante seco e achatado.


Knackebrod - pão crocante.jpg

 

 

A Suécia surpreendeu-me muito com a sua culinária. Antes de me mudar, apenas conhecia as almôndegas e não fazia ideia de tudo o resto que estava a perder. Fika tornou-se uma das minhas palavras favoritas, não só pela gulodice, mas também pelo ideal que simboliza. A gastronomia da Suécia é sem dúvida subestimada e pouco valorizada, e se não fosse o IKEA, a sua representação em Portugal seria perto de zero. Fiz este post para tentar partilhar e mostrar a delícia que é a comida sueca a quem não conhece, e talvez conseguir inspirar alguém a provar um destes pratos, que são tão bons!

 

Guarda este post no Pinterest!

Gastronomia Sueca - As minhas 10 comidas favoritas